Barra do Garças registra quase 900 casos de dengue

Neste primeiro mês de 2023 já foram registrados 22 notificações; por isso é importante que a população mantenha os quintais e lotes limpos, para evitar a proliferação da doença

Data: 23 de Janeiro de 2023
Autor: Secom-BG

A Prefeitura de Barra do Garças, por meio das Secretarias de Saúde e de Vigilância Epidemiológica, registrou no ano de 2022, 879 casos de dengue no município. Neste ano, nos primeiros 19 dias, já foram registradas 22 notificações de dengue. O bairro Santo Antônio e Nova Barra foram os que mais registraram casos da doença no último ano, com mais de 100 notificações cada um.

De acordo com a coordenadora de Vigilância Epidemiológica e Imunização, Auxiliadora Dantas, é importante que a população mantenha os quintais e lotes sempre limpos, descartando recipientes que possam acumular água, para que em 2023 os números sejam abaixo dos registrados no ano passado. “Os dados são preocupantes, precisamos do apoio da população. No período chuvoso, o mosquito se prolifera com mais facilidade, mas a doença tem que ser combatida durante todo o ano”, disse.

Uma das ações da Prefeitura para ajudar a combater a proliferação da doença, é a limpeza dos bairros, que já teve início no São José. A equipe responsável está coletando os entulhos deixados nas calçadas. Os moradores devem ficar atentos, pois nos próximos dias, o trabalho avançará para outros bairros da cidade. É importante que os moradores coloquem o lixo nas calçadas apenas quando o trabalho começar a atender o seu bairro.

Os locais com mais casos de notificações registrados são: Santo Antônio (147); Nova Barra - todos (109); Recanto das Acácias, Morada do Sol, Anchieta, BNH, Jardim Amazônia (92); São José, Novo Horizonte (59); Centro (58); Piracema e Ouro Fino (41); Cohab, Jardim Araguaia, Vila Varjão, Pitaluga (27); Palmares (23); e Vila Maria (21).

Considerando a gravidade da doença causada pelo Aedes Aegypti, é importante que toda a população se conscientize e realize o descarte do lixo de forma correta. Essas pequenas atitudes diárias contribuem com a limpeza urbana e evitam a proliferação de insetos que podem transmitir doenças para a população. Além da dengue, o mosquito Aedes Aegypti também é capaz de transmitir o zika vírus e a chikungunya.

Endereço: Rua Carajás, 522 • Centro • CEP 78.600-000
Telefone: (66) 3402-2000
Horário de Atendimento: 12:00 ás 17:00